Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SNTNELA

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Perseverança

19
Dez18

perseverançaOs caminhos seguidos eu escolhi e nem sempre foram acertados,

mas para o bem ou para o mal estou aqui,

precisei passar por cada um deles para ser quem hoje sou,

todo erro e cada acerto foi para o meu aprendizado.

Na vida fui guerreira, nunca fugi a uma luta,

as vezes ganhei, outras perdi, mas nunca desisti.

posso estar ferida, frágil...mas nunca vencida.

 

Longa espera

18
Dez18

Longa espera-2579897_1920.jpgImaginei o teu rosto,

idealizei você para mim,

tamanha  era minha vontade a ponto de sonhar 

com alguém que eu não conhecia,

mas que já amava.

queria tudo pronto para tua chegada,

preparei a minha vida para ti.

Esperei por vários Invernos,

e quanto mais esperava,

maior era a vontade de ter te aqui.

As pessoas perguntam quando virás,

não sei o que dizer,

o tempo passa depressa,  e desespero me.

será a minha vida resumida a esperar 

por alguém que nunca chegará?

 

A beira da loucura

17
Dez18

A beira da loucura-2878777_1920.jpgMe olho no espelho e não me enxergo bem, tudo parece embaciado.

Talvez seja o fumo que a água quente do meu banho demorado provocou,

desapareço em meio a fumaça, fecho os olhos,

e por alguns segundos fujo daquele mormaço.

Por fora pareço calmo mas por dentro esta tudo aos trambolhões,

tento enganar o medo, lutar, reagir...

mas talvez amanhã, agora vou me secar e dormir.

tenho vontade de ter vontade, querer, sorrir...

o meu sorriso não tem gozo apenas uma dentadura

escancarada em minha boca nesta face pálida ,sem alegria.

Fecho a porta do meu pequeno mundo

que agora se resume ao meu quarto,

e me encolho entre as mantas para me esconder

do frio e das amarguras do meu coração.

Querem saber de mim, perguntam como estou, se preciso de algo,

e realmente preciso, e esta ajuda esta em algures dentro de mim,

depende apenas de mim, mas estou demasiado confuso para a encontrar,

e neste momento quero silenciar os meus pensamentos

que são barulhentos e não me deixam dormir.

A noite se torna longa e lá fora mais aterrador,

ouço passos e vozes intrometidas

que entram pelas fendas da janela trazendo histórias, vida.

O galo já canta, logo o sol nasce

trazendo luz afastando a escuridão de mim.