Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SNTNELA

Desanimo

Desanimo-1149764_960_720.jpg

 Ando pelas ruas de Lisboa, e mesmo bem agasalhado sinto o rosto gelado, as ruas cheias de gente ,e ao mesmo tempo vazias, saudades das pequenas aldeias onde toda gente se conhece, o ano novo se aproxima, e ponho me a imaginar como será a virada, ainda não tenho planos, e nem sei se quero fazer planos, ou apenas deixar esta brisa gelada me levar. Enquanto caminho ouço um fado, saudades da minha terra, que vai ficando cada vez mais distante, enquanto me dirijo para estação de comboios. Já no comboio tenho a estranha sensação que todos sentem as mesmas lamentações que eu, ou talvez estão apenas a voltar para casa cansadas do trabalho. Não estou triste, estou apenas desejoso de viver uma virada rodeada de pessoas que sei que me querem bem, sei que tenho que dar espaço ao novo, dar chance que outros se aproximem, dar uma chance a mim  mesmo de me divertir, mas tenho frio, e o frio me enfraquece, quero chegar logo em casa e aquecer meu coração gelado com uma bebida quente do lado da lareira. <a href="https://www.bloglovin.com/blog/14968413/?claim=ka8rymp7van">Follow my blog with Bloglovin</a>

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

4 comentários

Comentar post