Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SNTNELA

A minha vida Depois da rinite alérgica

6142159482_6c5dbf9734flickr.jpg

 

A mais ou menos seis anos fui diagnosticada com rinite alérgica crónica,e a minha vida nunca mais foi a mesma, entre espirros,comichões,olhos lacrimejantes ,exaustão,e um incomodo que segundo os médicos duram uma vida toda ,ouvir os outros dizerem que você é uma fraca,uma queixinhas dá uma certa revolta,a maioria das pessoas já teve uma constipação que dura alguns dias ,agora imagina estar constipado o ano inteiro e nos dias mais quentes então nem se fala ,é que me sinto mesmo uma morta viva com o rosto inchado,olhos vermelhos e olheiras que nem vale apena tentar esconder com maquilhagem pois estamos sempre a coçar os olhos e a assoar ,tomo um comprimido antes de me deitar,e muitas vezes durante o dia quando estou em crise,passo o dia a bocejar estou sempre com sono, já não me queixo,para evitar olhares maldosos e alguns comentários do tipo "ah isso mais é alergia ao trabalho"ou "ah eu  também tenho alergia e não fico assim"é que além de você perder qualidade de vida ,você também perde a credibilidade,faltar ao trabalho nem pensar,isso seria pedir para ser crucificada pelos chefes e pelos próprios colegas que estão sempre a dizer: "menina vai descansar ,você esta uma lastima"e no outro dia ouve se burburinhos por todo lado.Já algum tempo solicitei por uma transferência para uma loja próxima de casa, que para além de ser mais cómodo,não precisaria apanhar o comboio que para uma pessoa alérgica é como uma bomba relógio prontinha a explodir,e essa é a minha vida e de muitos depois da rinite alérgica não há como fugir nem como se esconder é como se a vida te pedisse para deixar de respirar.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.